Ministério Público da União abre 147 vagas - Analista e Técnico do MPU

 

MPU - Ministério Público da União está com concurso público aberto (anteriormente previsto) para preenchimento de 147 vagas e cadastro de reserva para técnico e analista de nível médio e superior. Os rendimentos variam de R$ 4.575,16 a R$ 7.506,55. As vagas ofertadas são para as 27 unidades da Federação.

Concurso MPU 2013

[tabs]

[tab title="Cargos"]

São ofertadas 109 vagas para cargos de técnico na área de apoio técnico-administrativo em administração, e 38 para analista na área de apoio jurídico, formados em direito.

[/tab]

[tab title="Locais das vagas"]

Distrito Federal : 10 para analista e 41 para técnico.
São Paulo têm 13 vagas para técnico, , seguido do Pará com 9 vagas. O Rio Grande do Sul tem 6 vagas. Paraná, Minas Gerais e Goiás oferecem 5 vagas cada. Mato Grosso, Paraíba, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Tocantins têm cada um 2 vagas. Os outros estados oferecem 1 vaga cada.

O Ministério Público da União é composto de 5 esferas (Ministério Público Federal, Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, Ministério Público Militar e Ministério Público do Trabalho) e no Conselho Nacional do Ministério Público.

[/tab]

[tab title="Provas"]

O concurso MPU 2013 será composto de provas objetivas  para os dois cargos e prova discursiva somente para o cargo de analista.

As provas objetivas/discursiva serão aplicadas em 19 de maio de 2013 nas capitais das 27 unidades da federação, de manhã para analista e tarde para técnico.

A partir do dia 9 de maio serão disponibilizados informações detalhadas sobre os locais e horários das provas.

[/tab]

[tab title="Inscrição"]

As inscrições serão recebidas no período de  25 de março a 9 de abril pela internet no site do CESPE/UnB - http://www.cespe.unb.br/concursos/mpu_13.
As taxas de participação são de R$ 55 para nível médio e de R$ 70 para nível superior.

[/tab]

[tab title="Edital"]

Edital n°1 - Abertura

[/tab]

[/tabs]

[hr style="bar"]
O prazo de validade do concurso do MPU será de dois anos, contados a partir da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período.